Se você possui um perfil mais inovador ou está em busca de mais inspiração para o seu trabalho, está na hora de deixar de lado aquela velha cultura de que é necessário ter um lugar apenas seu para crescer profissionalmente. Essa cultura está sendo superada de vez pelo espírito empreendedor, que valoriza os conceitos de sustentabilidade, compartilhamento e até cocriação, através dos coworkings.

E é muito simples entender o motivo: quando você aluga ou compra o “seu” lugar, fica refém longos contratos de locação, manutenção, pagamento mensal da infraestrutura e é responsável por mobilhar e garantir o conforto que você precisa para trabalhar. Isto impede o seu crescimento pessoal e profissional.

A escalabilidade, que significa você não ficar preso a uma estrutura contratada no início da sua carreira, é totalmente fomentada em um coworking. Você começa em uma mesa compartilhada e pode evoluir para espaços privativos para a sua equipe. Ou, caso você não precise de um escritório todos os dias, pode contratar pacotes com as horas que você realmente utiliza, sem pagar nada a mais por isso.

Vai dizer que não vale a pena deixar de lado o ideal do que é o “seu lugar” de trabalho e conhecer um coworking?

Compartilhar

Comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.